Honda revela CRF1000L2 Africa Twin Adventure Sports 2018

A família Africa Twin, da Honda, cresce com o anúncio do modelo CRF 1000 L2 Africa Twin Adventure Sports 2018, que foi apresentado junto com um modelo standard atualizado para 2018 – a CRF1000L Africa Twin – no EICMA em Milão. Após um lançamento europeu no início do ano que vem, ambos os modelos estarão disponíveis nos EUA no verão de 2018 – nota da redação: é provável que chegue ao Brasil no segundo semestre de 2018 também. O preço de varejo sugerido para o modelo Adventure Sports é aproximadamente U$ 2.000 maior do que o do modelo atual.

Exibido anteriormente em forma de conceito, e desenvolvido como uma poderosa extensão do mantra “Aventura Verdadeira” que impulsiona a campanha da marca África Twin, a nova versão Adventure Sports apresenta maior curso de suspensão, aumento da distância ao solo (vão livre), mais conforto ao piloto e um tanque de combustível maior para uma autonomia estendida. Tanto o Adventure Sports quanto a África Twin standard apresentam uma longa lista de atualizações para o motor, eletrônica e interface do piloto, enquanto continuam a oferecer um equilíbrio ideal entre potência e peso leve.

“O sucesso do Africa Twin em salões de motocicleta e em testes comparativos são evidência das capacidades profundas da plataforma AT, mas o modelo Adventure Sports expande as possibilidades, permitindo pilotar de forma mais confortável e mais longe”, disse Lee Edmunds, Gerente de Marketing da divisão de motocicletas da Honda americana. “Nós gostamos de ver nossos clientes colocarem suas próprias interpretações sobre o conceito de “Verdadeira Aventura” da África Twin, e com o aumento das capacidades da nova Adventure Sports, bem como as melhorias do modelo standard Africa Twin, esperamos que esse espírito seja aplicado de maneiras novas e excitantes”.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

A África Twin Adventure Sports tem uma carenagem maior, combinada com uma bolha de mais de 80 mm para oferecer uma maior proteção contra o vento, e vem de forma padrão com manoplas aquecidas e uma tomada acessória de 12 volts, facilitando viagens mais longas em condições mais abrangentes também.

O modelo Adventure Sports vem de série com barras de proteção de motor e farol dianteiro maiores, bem como painel de proteção do cárter em alumínio escovado, para-lamas traseiro e bagageiro de aço facilmente removível.

Tem um tanque de combustível maior, de 24 litros (comparado com quase 19 litros no modelo padrão), aumentando sua autonomia para aproximadamente 500 km. Ambos os modelos CRF1000L Africa Twin têm agora indicadores de mudança de direção (setas) com cancelamento automático

O banco do modelo Adventure Sports apresenta um perfil mais plano e uma altura de três cm mais alta que o modelo padrão. O assento é ajustável em dois cm , para uma altura de assento de 90 cm ou 92 centímetros (em comparação com 85 e 87 cm no modelo standard). A posição do piloto é três cm superior e 0,5 cm para trás em comparação com a versão padrão. O modelo Adventure Sports possui um bolso de armazenamento na parte traseira direita.

Em ambos os modelos, as pedaleiras são agora mais largas e afixadas através de placas de montagem de aço mais robustas, enquanto que o suporte das pedaleiras do passageiro foram redesenhados para permitir mais espaço para os pés do piloto quando pilotando em pé. Os instrumentos são posicionados em um ângulo mais baixo para permitir que o piloto os veja mais facilmente de uma posição em pé.

O modelo Adventure Sports usa a suspensão Showa de longa curso, resultando em 27 cm de distância ao solo (em comparação com 24,8 centímetros do modelo standard). Em ambos os modelos, a pré carga de mola, o amortecimento de rebote e o amortecimento de compressão são totalmente ajustáveis.

Ambos os modelos possuem freios duplos de suspensão radial, com quatro pistões e rotores flutuantes de “onda” na frente e na traseira. O ABS leve de dois canais pode ser desligado na parte traseira. Apresentam também rodas dianteiras e traseiras em tamanho 21 e 18 polegadas, respectivamente, com raios de aço inoxidável para maior durabilidade.

Em ambos os modelos, o motor paralelo de oito válvulas SOHC de 998cc é atualizado com uma nova caixa de ar, com um comprimento de funil de mais de 20mm e combinado com componentes internos de escape redesenhados que melhoram significativamente a resposta de médio giro e também a qualidade do som do motor.

Em ambos os modelos, os pesos do eixo balancim do motor foram deixados mais leves em 300g para adicionar “personalidade” e sensação na entrega de força do motor.

A bomba de água é alojada dentro do invólucro da embreagem, com um termostato integrado na cabeça do cilindro, enquanto as bombas de água e óleo são acionadas pelos eixos do balancim do motor, contribuindo para um motor compacto e mantendo uma distância do solo ideal. A bateria de íons de lítio – nova para o modelo 2018 – é 2,3 quilos mais leve do que a unidade anterior.

Ambas as versões estão disponíveis com a transmissão de embreagem dupla automática avançada (DCT) da Honda, oferecendo mudanças constantes, rápidas e suaves na estrada ou fora dela. O piloto pode selecionar entre três modos de mudança diferentes, e um interruptor G aumenta a funcionalidade off-road, reduzindo a quantidade de deslizamento da embreagem durante as mudanças de marcha.

Veja fotos do modelo

Ambos os modelos África Twin têm o sistema Throttle-By-Wire (TBW), abrindo a porta para quatro modos individuais de pilotagem e um sistema expandido de controle de torque selecionável (HSTC). O HSTC agora possui sete níveis (antes eram três), para se adaptar a uma ampla variedade de condições de piso/pilotagem. O HSTC também pode ser completamente desligado e disponibiliza três níveis de potência e freio motor. O peso deste modelo ficou em 243kg (253kg DCT) contra 232kg do modelo standard ABS.

Fonte: hondanews.com
Fotos: adventuremotorcycle.com
Tradução Livre: Equipe TNE

Comentários

Comentários

2017-11-08T15:53:31+00:00 Destaque, Motocicletas|