“On Any Sunday” – Steve McQueen e motocicletas

0

Este documentário acompanha a vida de pilotos de motos e entusiastas de corrida. O diretor Bruce Brown tentou mostrar os talentos necessários para as diferentes formas de pilotagem. Por exemplo, os pilotos de motocross eram tipicamente pessoas de espírito livre, enquanto os pilotos do deserto eram muitas vezes solitários.

Na corrida Grand National, Brown mostrou pilotos com personalidades diferentes, tais como a abordagem de negócios apresentada por Mert Lawwill versus a abordagem despreocupada que o jovem selvagem David Aldana tinha como sua marca registrada. Steve McQueen é destaque no filme, junto com Mert Lawwill, Malcolm Smith e muitos outros pilotos de moto do final dos anos 1960 e início dos anos 1970.

On-any-sunday-1

De uma perspectiva histórica, aparecem no filme motos das marcas Triumph, Husqvarna, Harley Davidson, Honda, Yamaha, Suzuki, e de outros fabricantes que ainda estão na ativa ou que já ficaram pelo caminho, como BSA, Bultaco, e Hodaka. O filme foi parcialmente financiado por Steve McQueen através de sua empresa “Solar Productions”, recebendo crédito nos segundos finais do filme.

On-any-sunday-3

Algumas das cenas mais dramáticas do filme foram os extremos close up em câmera lenta nos segmentos das corridas “Grand National”. Desde seus dias fazendo filmes de surf, Brown estava acostumado a trabalhar com super teleobjetivas, porém o baixo orçamento não permitiu despesas com câmeras de alta velocidade, então ele improvisou usando baterias de 24 volts nas câmeras de filme de 12 volts. O resultado foi uma câmera de alta velocidade feita em casa. Brown também usou uma câmera no capacete de alguns dos pilotos, uma das primeiras vezes que algo assim foi tentado, e o set-up era bastante volumoso no capacete dos pilotos. E parece ser estranho ouvir isso no mundo de hoje onde action cams (como as GoPro, por exemplo) são muito comuns.

On-any-sunday-2

“On any Sunday” é muitas vezes creditado como o melhor e /ou mais importante documentário sobre motocicletas já feito. Roger Ebert diz que “ele fez pelas corridas de motos que The Endless Summer fez para o surf”. Ebert elogia o alto nível artístico do filme ao realizar a filmagem impressionante de corridas de moto (que, segundo ele, são difíceis de filmar), e ele também elogia o filme por não incomodar os telespectadores com os detalhes técnicos desnecessários. Quem quiser pode visitar o site oficial do filme aqui.

Bom, chega de falar e vamos passar a ação. Veja o filme completo à seguir e depois deixe sua opinião.

Comentários

Comentários

Post your comment