BMW R1200GS Rambler – Um novo conceito de moto por Touratech

A Touratech revelou uma versão leve da aventureira de 1200cc com alto potencial de desempenho. O projeto, com o nome de código K199, foi um desafio aceito pela Touratech para construir, para a BMW Motorrad, uma máquina de enduro com base no motor da atual R1200 – com refrigeração líquida.

A missão era criar uma “dirty bike” com o motor boxer que pesasse menos de 200 kg em ordem de marcha (ou seja, com todos os líquidos). Esta moderna interpretação da legendária HP2 Enduro, apelidada de Touratech R1200GS Rambler, é uma potência pronta para ser pilotada, construída para ter agilidade no off-road, ela pesa 199 kg. O resultado é uma das versões da R1200GS mais leve já criadas.

Construída em colaboração com a BMW Motorrad, a Rambler é a interpretação moderna do Touratech da BMW HP2. Com essa visão em mente, é uma máquina que não só parece uma moto com foco em desempenho, mas também entrega esse desempenho ao ser pilotada.

Dois protótipos que diferem apenas em cores foram criados: um com o esquema de cores Touratech preto-cinza-amarelo e o outro em cores clássicas de BMW Motorsport branco, azul e vermelho.

Para alcançar seu objetivo, os desenvolvedores da Touratech combinaram o chassi e a caixa de caixa de engrenagens do modelo Roadster R1200R com a unidade de transmissão final e o braço oscilante do R1200GS, para maximizar o curso da suspensão e aumentar a distância livre ao solo.

Isto dá à Rambler um sistema de acionamento de resposta direta e de alto torque com 123 HP. Basear o protótipo na Roadster forneceu outra vantagem: o modelo vem equipado com suspensão dianteira telescópica padrão em vez do modelo Telelever da R1200GS. O chassi foi então equipado com um grampo personalizado de alumínio triplo que detém um conjunto de garfos retrabalhados de uma F800GS Adventure.

Um kit de conversão de suspensão do garfo – de longo curso – da Touratech foi montado nas “canelas” da F800GSA e configurado para 230 mm de curso. O melhor desempenho para a parte traseira vem por meio de uma suspensão Touratech Extreme de longo curso com 200 mm. Os pneus Metzler Karoo 3 calçam rodas Haan Excel 21″ na frente e 17″ traseira.

Com suspensão ajustada pela equipe da Touratech o boxer se mostrou extremamente estável mesmo em altas velocidades. O uso de materiais e tecnologias modernas, as seções de carenagem feitas de tubos de alumínio superleve em conjunto com fibra de carbono, um sistema de escape de titânio e uma bateria de lítio-íon poderosa, mas menos pesada, ajudam a reduzir o peso total. Comparado com o modelo padrão, a Rambler foi reduzida em quase 50 quilos tornando-se incrivelmente ágil.

Uma vez que a motocicleta foi despida de sua carenagem e todos os suportes de montagem desnecessários, a armação do quadro foi reforçada para uso off-road extremo. A carenagem original foi abandonada para dar lugar à outra mais leve, personalizada e feita de fibra de carbono, e barras de proteção adaptadas.

A moto ostenta um tanque de combustível de 16,2 litros feito de alumínio, que faz parte da estrutura de sub-quadro, que sustenta o piloto. Juntamente com um tanque de plástico separado (1,8 litros) que aloja a bomba de combustível, a capacidade total de combustível é de 18 litros. O assento mais fino foi trabalhado a partir de poliuretano usando um método que é extremamente leve. Com cilindros mestre ultraleve e pedaleiras de titânio também foram utilizados para máxima redução de peso.

Vários quilos foram retirados da Rambler ao passar para uma configuração de freio de disco único, como aqueles encontrados em motos de enduro, mas ainda com ABS. Uma placa de deslizamento de fibra de carbono protege o cárter quando a Rambler é utilizada em terreno muito rochoso.

 

A Rambler é uma verdadeira moto conceito “ready to go” (algo como “pronta para uso”), com um incrível potencial off-road. Um projeto que mostra as habilidades tecnológicas notáveis ​​da equipe de desenvolvimento Touratech e a grande fusão de suas divisões de turismo e off-road. Enquanto os componentes técnicos foram fabricados pela Touratech AG, a modelagem de argila, desenho e prototipagem foram realizadas pela empresa irmã TT-3D em Murnau, na Alemanha.

 

Atualmente, não existem planos para uma versão de linha de produção desta moto, mas foi divertido para a equipe Touratech encarar o desafio e criar uma versão moderna da HP2. Talvez a BMW Motorrad se sinta inspirada o suficiente para produzir algo assim novamente.

Fonte:advpulse.com
Tradução Livre: Equipe TNE

 

Comentários

Comentários

2017-02-07T23:45:21+00:00 Destaque, Motocicletas|