A BMW Austrália publicou em 20.06.2017 o recall para a troca de uma das peças responsáveis pela fixação do tubo do garfo (fork stanchion) – SERVICE INFORMATION N 0031080000 de 20.06.2017 (link abaixo), que logo deve chegar ao Brasil.

O problema do rompimento do garfo vinha sendo objeto de preocupação e acompanhamento de donos de BMW na Austrália,Estados Unidos e até por aqui, bem como compartilhado nas redes sociais através da formação de grupo de discussão e coleta de dados, fotos e testemunhais.

É importante salientar que o caso também resultou na criação de uma petição online visando coletar assinaturas para que posteriormente fosse apresentada a empresa e órgãos governamentais. Na petição os consumidores apresentam um histórico do caso e requerem imediato reconhecimento público da BMW, assim como a correção do problema para os modelos GS1200 e GS 1200 Adventure – anos 2014-17, devido ao risco de acidente com os motociclistas.

Ressalta-se ainda que nos modelos anteriores a 2013 houve recall da peça (NHTSA CAMPAING NUMBER: 13V154000), como também é de conhecimento que a peça número 31 42 8 549 383 foi substituída três vezes e recebida nova numeração, o que levantava dúvidas sobre algum problema pré-existente.

Para mais informações segue abaixo e na própria petição:

1) Notice of Recall – 13V-154 (ABRIL DE 2013)

https://www-odi.nhtsa.dot.gov/acms/cs/jaxrs/download/doc/ucm437931/rcrit-13v154-6790.pdf

2) Petição online:

https://www.change.org/p/bmw-motorcycles-bmw-motorrad-should-investigate-and-report-publicly-on-fork-stanchion-separation-issue

3) NOTA DA BMW AUSTRALIA – SERVICE INFORMATION N 0031080000 de 20.06.2017.

https://www.bmwmccact.org.au/resources/Documents/2017/BMW%20R1200GS%20Checking%20Fork%20Tube.pdf

Esperamos que tal informação possa contribuir para que os donos de motos da BMW de todos os modelos (não somente GS 1200 e GS 1200 adventure) façam as checagens preventivas necessárias e, na hipótese de identificação do problema, possam usar as informações acima junto à empresa BMW e órgãos de proteção ao consumidor.

Com informações diretas da Austrália de Erivan Avellar.

Comentários

Comentários