Dicas de preparação para quem vai se aventurar por trechos que misturam uma pilotagem on e off-road

Em um país vasto como o nosso é fácil encontrar estradas com pouca ou nenhuma infra-estrutura. Se seu roteiro incluir trechos de terra, prepare-se adequadamente para não correr riscos desnecessários. A equipe Trips & Tips reuniu as informações mais importantes para quem vai viajar por esses caminhos que requerem cuidados e precauções extras.

Moto x Roteiro

A escolha do roteiro de sua viagem deve levar em consideração as aptidões de sua moto. Somente escolha os roteiros fora de estrada, se tiver certeza que sua moto é capaz de se locomover apropriadamente nesse meio. O aspecto mais importante a se considerar é o tipo dos pneus, uma vez que determinam o grau de estabilidade que a moto terá em condições de menor aderência.

Preparando a bagagem

  • Leve duas câmaras de ar novas para o tipo de pneu da sua moto, mesmo que seja sem câmara. Em uma eventualidade, poderão ser usadas.
  • Reparadores de pneu – podem ser aqueles sprays que reparam e enchem o pneu, ou kit para pneus sem câmara. Existe também a alternativa da “vacina para pneu”, apesar de não termos ainda dados de comportamento em longas viagens. Já confirmamos a excelente perfomance do produto em pneus com câmara, sem camâra não temos experiência.
  • Leve manetes e velas de reserva, bem como chaves e ferramentas necessárias para ajuste da folga da corrente, troca de pneus e pequenos reparos.
  • Óleo lubrificante para a corrente e pincel para fazer a limpeza. Lembre-se de deixá-lo acessível na bagagem.
  • Um pouco de arame e fita adesiva resistente para pequenos reparos.
  • Uma lanterna com fixação na cabeça – facilita o trabalho no escuro mantendo as mãos desocupadas.
  • Kit de primeiros socorros incluindo colírio. Mantenha-o acondicionado de maneira a ter fácil acesso. Pequenas escorregadas na terra são fáceis de acontecer, e a poeira irrita os olhos mesmo protegidos.
  • Combustível reserva para eventuais emergências. Estude com cuidado sua rota, e se as distâncias para o abastecimento forem críticas, combustível extra, virá a calhar. Também pode ser usado na limpeza pesada de peças metálicas – cuidado com as peças plásticas.
  • Se for viável, leve um GPS – esse equipamento poderá lhe ser muito útil em estradas de terra sem nenhuma sinalização. Caso não possa, certifique-se de pelo menos ter os mapas da região que irá percorrer. Nesse caso também é recomendável levar uma pequena bússola.
  • Para isolar as malas sobre o banco ou rabeta utilize sacos plásticos grandes. A poeira emperra zíperes e pode sujar todo o conteúdo. Certifique-se que está tudo bem firme – a trepidação de estradas de terra pode afrouxar e tornar a bagagem instável.
  • No caso de baús ou alforjes, envolva o conteúdo em sacos plásticos menores bem vedados.
  • Independente do tipo de container para bagagem, a fixação deve ser firme e conter apenas a capacidade indicada pelo fabricante. Terrenos irregulares exigem mais dessas estruturas.
  • No caso de alforjes, dê preferência aos que tenham suportes próprios e não mantenham contato com as carenagens da moto. A poeira acumulada entre essas partes danifica a pintura. Considere usar películas plásticas adesivas para proteger áreas mais sensíveis da pintura.
  • Proteja equipamentos eletrônicos: pequenas sacolas plásticas são ótimas para isso. Câmeras digitais e filmadoras são muito sensíveis nessas condições – acomode de maneira que possam absorver a trepidação.
  • Fixe a bagagem  procurando  manter o centro de gravidade da moto o mais baixo e centrado possível. Um conjunto bem equilibrado é mais fácil de conduzir.

   Clique aqui e visite nossa loja!   

Antes da viajem

Faça uma rigorosa revisão da sua moto observando os itens a seguir:

  • O peso total não deve jamais exceder as especificações da moto. Verifique no manual do proprietário e pese a bagagem antes da fixação. Recomenda-se que também se pese trajando todo o equipamento, assim como a garupa, se houver.
    · Re-aperte todos os parafusos, principalmente de carenagens e suportes de peças operacionais.
    ·        Confira o estado do filtro de ar da sua moto. Depois de enfrentar um trecho empoeirado, considere uma parada onde possa desmontar e limpar o elemento filtrante. Se for de espuma, pode ser umedecido com óleo para melhor retenção de partículas.
    ·        Examine com cuidado a corrente, mantendo-a sempre lubrificada. Faça o planejamento de promover a limpeza e lubrificação assim que terminar o trecho off-road.
    ·        Certifique-se que os pneus estão em bom estado e mantenha a pressão recomendada pelo fabricante.
    ·        Verifique – e de preferência – troque o óleo do motor, por um novo.

Na estrada

  • O cálculo do tempo necessário para a viagem deve conter uma folga razoável para os trechos off-road. Nessas circunstâncias é comum ter que lidar com adversidades.
  • Uma moto carregada tem comportamento diferenciado – procure se habituar as novas características antes de enfrentar terrenos menos estáveis.
  • Se você não conhece plenamente o comportamento de sua moto em terrenos irregulares, proceda com maior cautela nos primeiros quilômetros. Faça alguns testes de frenagem com a roda traseira para avaliar o grau de aderência. Evite inclinar muito o corpo nas curvas, para não perder o controle da roda dianteira.
  • Ao enfrentar irregularidades maiores, procure ficar em pé nas pedaleiras – isso ajuda a baixar o centro de gravidade além de permitir um melhor amortecimento dos impactos pelo corpo.
  • Antes de iniciar esses trechos, informe-se sobre o estado da estrada com moradores locais. É comum alguma chuva ou acidente interditar o caminho. Pergunte também pela existência de “mata-burros”, pois os mesmos podem ter uma abertura no meio ou travessas longitudinais, constituindo sério risco.
  • Tome cuidado com pontes e pontilhões – geralmente a terra das cabeceiras forma degraus que podem danificar os pneus e a suspensão da moto.
  • Cuidado ao cruzar com outros veículos – a poeira levantada limita significativamente a visão do que está à frente, bem como a de outros motoristas que vem atrás.
  • Pelo mesmo motivo, evite parar próximo à estrada. Se for absolutamente necessário, escolha pontos altos e fora da trajetória de outros veículos, dando preferência a lugares onde possa manter o controle da aproximação.
  • Fique atento ao cruzamento de animais na pista, pois surgem de repente e podem causar uma queda.
  • Pilotando em locais com muita lama e barro, faça o possível para evitar as poças, pois podem conter profundos buracos.
  • Considere levar um liquido isotônico para se hidratar – o consumo de energia nesses trechos fora de estrada é maior, exigindo mais de seu corpo.

Divirta-se !

A Coluna “Trips & Tips” foi publicada mensalmente na Revista Moto Adventure, desde a Edição nr° 91 (jun/08) até a Edição nr° 142 (set/12) com a contribuição do nosso editor Felipe Ribeiro. Estaremos reproduzindo neste espaço todas as matérias publicadas na época e, progressivamente, revisando as informações e as atualizando. Caso você, leitor, encontre alguma informação que se alterou com o passar do tempo, por favor, nos informe AQUI. Nós da equipe TNE agradecemos!

Comentários

Comentários